Venda de ações globais, IPC dos EUA em foco

Maio 10, 2022 22:02

O período de baixa nos mercados de ações globais aprofundou-se no início da semana de trading, marcada por vendas em Wall Street e nos índices asiáticos antes dos dados do IPC dos EUA.

A inflação é um tema quente e um dos principais impulsionadores do sentimento de mercado, já que os investidores de ações concentram-se na perspectiva de taxas de juro mais altas pressionando os níveis de investimento, e os traders de Forex precificam novos níveis de incerteza nos mercados de câmbio.

Os dados da taxa de inflação dos EUA para abril devem ser divulgados amanhã, 11 de maio. O resultado anual de março chocou os mercados porque foi um máximo inesperado de 40 anos devido aos preços elevados do petróleo bruto, mas isto agora foi precificado e o foco passou para a taxa de inflação mensal em cadeia excluindo os preços dos produtos energéticos e alimentares.

A questão-chave é se a tendência da alta taxa de inflação vai acelerar ou diminuir. As expectativas para os resultados do IPC de abril são de um aumento de 0,4% na inflação (excluindo energia e alimentos) em comparação com 0,3% em março. Pode haver ação de preço nos cruzamentos da moeda USD, dependendo se os resultados reais estão abaixo ou acima dos números esperados.

A principal plataforma multi-ativos do mundo

Impacto das restrições monetárias nos mercados de ações

As restrições monetárias provavelmente irão desacelerar a taxa de investimento à medida que os empréstimos se tornarem mais caros.

Até que as pressões inflacionárias mostrem sinais de abrandamento, as taxas de juro provavelmente continuarão a subir. As taxas de juro mais altas incentivam os investidores a colocarem o seu dinheiro em contas poupança, mas dificultam o pagamento de empréstimos, aumentando os riscos de 'default' nos mercados de dívida. Com a dívida global em níveis recordes após a pandemia, não surpreende que os investidores estejam nervosos.

A mudança no apetite ao risco refletiu-se nos preços 'spot' do ouro, que subiram com o dólar perdendo terreno após dizimar o euro no último mês. O sentimento de 'safe haven' mudou do ouro para o dólar e é improvável que pare, dada a atração de rendimentos mais altos de Títulos do Tesouro, mas os receios de recessão global estão a dominar os 'animal spirits' no momento em que este artigo é escrito.

Em suma, os traders de moeda e os investidores de ações estão a proteger-se do risco e qualquer boa notícia no relatório de inflação dos EUA provavelmente acalmaria os 'animal spirits'.

Em outras notícias de trading, a China e a UE divulgam atualizações da taxa de inflação a 11 de maio e o CNY e o EUR podem avançar nos resultados.

Investir nos principais instrumentos globais

Milhares de ações e ETFs na ponta dos seus dedos

Este material não contém e não deve ser interpretado como contendo conselhos de investimento, recomendações de investimento, oferta ou solicitação de quaisquer transações em instrumentos financeiros. Observe que essa análise de negociação não é um indicador confiável para qualquer desempenho atual ou futuro, pois as circunstâncias podem mudar ao longo do tempo. Antes de tomar qualquer decisão de investimento, deve procurar aconselhamento de consultores financeiros independentes para garantir que compreende os riscos.

Sarah Fenwick
Sarah Fenwick Escritor Financeiro

Sarah Fenwick tem experiência em jornalismo e comunicação social. Trabalhou como correspondente ao cobrir notícias da Swiss Stock Exchange e escreve sobre finanças e economia há cerca de 15 anos.