Quem participa no mercado cambial ou mercado Forex?

Javier Oliván
8 Min leitura

Muitos traders começam a operar no mercado cambial, que também tem a denominação de Forex. Nesta operação, o trader usa uma corretora como a Admirals para comprar ou vender moedas, mas quem são os demais participantes do mercado cambial? Como é que este mercado está organizado?

O que é o mercado Forex e quem o controla?

O mercado cambial ou Forex (FOReign EXchange), é o mercado em que as moedas são trocadas, com um volume de trading de mais de 5 biliões de dólares diariamente.

Este é um mercado descentralizado. O que isso significa? Quem controla o mercado forex? Ao contrário das bolsas de valores tradicionais onde existe uma empresa privada que determina o preço das ações de uma empresa com base na oferta e procura, neste caso, os participantes do mercado de câmbio trocam pares de moedas entre si, e o preço é determinado pelas forças de mercado, oferta e procura. Assim, aumenta a transparência do mercado.

A possibilidade de fazer parte do mercado Forex é bastante recente. De fato, até o final da década de 1990, apenas os “agentes principais” tinham acesso a este mercado porque o requisito inicial para entrar no mercado era de 10 milhões de dólares.

Esta condição era uma gigantesca barreira de acesso, mas tudo mudou no final dos anos 90 graças à revolução tecnológica que levou ao uso generalizado da Internet. Alguns empresários vislumbraram as possibilidades da Internet no mercado de câmbio e perceberam que poderiam agrupar operações para permitir que os clientes de retalho participassem no mercado. Uma destas novas corretoras foi a Admirals.

Negoceie nos mercados com confiança

Recursos educativos exclusivos para todos os traders

Participantes do mercado cambial

Graças à liberalização do setor, multiplicou-se o número de agentes envolvidos no mercado cambial. Entre estes estão:

  • Grandes bancos
  • Principais multinacionais
  • Governos e Bancos Centrais
  • Pequenos agentes

Principais Bancos

Estes são os participantes do mercado cambial em que a maioria das transações de câmbio são executadas.

São grandes empresas localizadas no setor de serviços financeiros e geralmente classificadas como bancos sistémicos, ou seja, são entidades financeiras tão grandes que a sua queda ou desaparecimento teria um impacto negativo e significativo num país ou mesmo em todo o mundo.

Estas entidades dominam o mercado cambial, graças ao controlo que exercem sobre o mercado interbancário.

Em muitas ocasiões, estas entidades operam bilateralmente entre si.

A tabela seguinte inclui as entidades com as quais mais trocas foram feitas em 2020 de acordo com a sua quota de mercado.

Posição Entidade Quota de Mercado
1 Deutsche Bank 13,96%
2 UBS 13,32%
3 JP Morgan 12,13%
4 Citi 6,52%
5 Bank of America 6,40%
6 HSBC 5,12%
7 Goldman Sachs 4,73%
8 XTX Markets 4,55%
9 Barclays 4,42%
10 BNP Paribas 3,12%
11 Morgan Stanley 2,42%
12 Credit Suisse 2,24%
13 Commerzbank 2,09%
14 Standard Chartered 1,72%
  Total 82,74%

Fonte: Elaboração própria com base em dados Euromoney. Realizado no dia 13 de abril 2022 às 14h. CET

Principais Multinacionais

Estas empresas, presentes em diversos países, e que costumam realizar operações com países terceiros; têm a necessidade de recorrer ao sistema para realizar as suas operações diárias, o que as torna participantes de destaque no sistema do mercado Forex.

Além disso, fusões e aquisições de grandes empresas também podem afetar a taxa de câmbio.

Exemplo

A empresa americana Moderna vendeu vacinas para o coronavirus em muitos países por todo o mundo. Por vezes, a empresa chegou a receber uma quantia acordada em moeda local como compensação pelas vacinas.

Além disso, a empresa necessita de efetuar compras a diferentes fornecedores para produzir as suas vacinas, e talvez seja necessária outra moeda para pagar por essas compras.

Para realizar todas estas operações, a empresa tem de ir ao mercado cambial. Embora, o volume de trading é significativamente menor do que o dos grandes bancos.

Governos e Bancos Centrais

Governos e bancos centrais, como o a Reserva Federal dos EUA (FED), o Banco Central Europeu (BCE), o Banco do Japão (BoJ) ou o Banco da Inglaterra (BoE), também participam regularmente no mercado monetário.

Os motivos para estas instituições participarem no mercado de câmbio são um pouco diferentes das participantes anteriores.

O objetivo principal dos Bancos Centrais é o controlo da inflação. Para o efeito, intervêm no mercado cambial de diferentes formas:

✔️ Decisões de política monetária: É uma das formas mais utilizadas pelos Bancos Centrais. São anúncios públicos oficiais nos quais se indica o objetivo da política monetária.

Geralmente, neste tipo de anúncios, os Bancos Centrais informam os níveis aceitáveis ​​para o cumprimento da sua política monetária e indicam que é possível uma intervenção caso a moeda ultrapasse determinado limite.

Os traders e outros participantes no mercado Forex, cientes do poder que os Bancos Centrais possuem, geralmente aceitam os níveis indicados e assumem-nos como regra de trading sobre a qual uma determinada moeda pode movimentar-se.

✔️ Intervenção operacional: É mais uma das técnicas utilizadas pelos Bancos Centrais para atingir os seus objetivos de política monetária.

Nestas operações, o Banco Central compra ou vende tanto moeda estrangeira como também moeda nacional para alterar a taxa de câmbio para um determinado nível, que o banco central considera mais adequado.

Às vezes, este tipo de operação pode levar a uma perda significativa das reservas cambiais de um país, portanto, os Bancos Centrais são recomendados a usar este tipo de política com moderação.

✔️ Operações de esterilização: É um procedimento semelhante à intervenção operacional, embora o objetivo destas medidas seja contrariar (esterilizar) o efeito negativo que a evolução de uma determinada moeda está a causar na economia nacional.

Exemplo

A valorização do dólar está a causar um aumento no preço do petróleo, causando uma inflação mais alta. O objetivo do banco central será esterilizar este efeito negativo que existe na sociedade, vendendo dólares no mercado e comprando moeda local.

No entanto, esta ação faria com que a moeda local valorizasse em relação a um cabaz de moedas, portanto, para concluir o processo de esterilização, será necessário vender a moeda local e comprar o restante das moedas do cabaz.

O resultado final será uma redução nas reservas em dólares do país e um aumento nas reservas das demais moedas do cabaz.

Gostaria de ter acesso ao mercado Forex? Poderá fazê-lo com a plataforma de trading MetaTrader 5. Faça o download gratuito em poucos segundos!

A principal plataforma multi-ativos do mundo


Pequenos agentes

Esta categoria inclui os restantes participantes no mercado cambial, mas cujas posições são insignificantes, ou seja, individualmente não têm capacidade de afetar as taxas de câmbio com as suas decisões.

Entre estes temos:

✳️ Pequenos bancos: Geralmente são bancos comerciais que não têm acesso ao mercado interbancário e devem recorrer a bancos de grande dimensão para poder prestar serviços aos seus clientes, geralmente fazendo o trabalho de intermediário em troca de uma compensação proporcional.

✳️ Pequenas multinacionais: São empresas que devem ir pontualmente ao mercado de câmbio, geralmente como consequência de uma operação internacional de fornecimento ou venda. Geralmente recorrem a bancos comerciais para realizar estas operações.

✳️ Dealers: São intermediários financeiros que compram ativos para revender aos seus clientes. Neste contexto, o ativo seria uma moeda.

✳️ Corretoras/Brokers: É uma figura semelhante à do Dealer (revendedor). A corretora executa as ordens de compra e venda dos seus clientes; enquanto o Dealer compra os ativos e oferece-os aos seus clientes.

✳️ Traders: Um trader é um investidor ou especulador que procura obter um benefício económico, com a evolução, geralmente no curto prazo, de um determinado ativo, neste caso, assumindo uma posição em determinado par.

✳️ Outros: Esta categoria inclui o resto dos participantes do mercado Forex que não fazem parte de nenhuma destas categorias, mas que, no entanto, recorrem ao mercado cambial por um motivo diferente dos descritos anteriormente, tal como turistas quando trocam de moeda quando se deslocam a outro país.

O volume de operações de cada um destes pequenos agentes é residual, porém, em conjunto estes representam 90% do volume de operações que são realizadas no mercado Forex.

Agentes do Mercado Cambial - Conclusão

Até ao final da década de 1990, o mercado cambial era restrito a poucos participantes. Era um mercado oligopolista com gigantescas barreiras de entrada, controlado e dominado pelos grandes bancos. No entanto, a revolução tecnológica no final do século XX eliminou as barreiras de acesso ao mercado.

Nos últimos 20 anos, o volume de operações de pequenos agentes no mercado de câmbio cresceu vertiginosamente e hoje representa 90% de todas as operações. No entanto, estes participantes individualmente não têm capacidade de influenciar a evolução da taxa de câmbio, que geralmente movem-se em torno do nível definido pelos Bancos Centrais e aceite pela maioria dos participantes do mercado Forex.

A contraparte que executa a maioria das operações de câmbio são os grandes bancos de importância sistémica.

Esperamos que tenha entendido como o mercado cambial está organizado. Poderá praticar as suas estratégias com uma conta demo de trading gratuita. Mas se já decidiu abrir uma posição, poderá abrir uma conta de trading real agora mesmo clicando no seguinte banner:

Negociar Forex & CFDs

Obtenha acesso a mais de 40 CFDs de pares cambiais, 24/5

Outros artigos que podem interessar

Sobre a Admirals

Somos uma corretora com presença global autorizada e regulamentada por reguladoras financeiras, como a Cyprus Securities and Exchange Commission (CySEC) e a Australian Securities and Investments Commission (ASIC). Fornecemos acesso a plataformas de trading. A Admirals oferece a oportunidade de operar com Contratos por Diferença (CFDs) em ações, Forex, índices, commodities, bem como fundos negociados em bolsa (ETFs) e ações.

Bom Trading!

Admirals

Este material não contém e não deve ser interpretado como contendo conselhos de investimento, recomendações de investimento, uma oferta ou solicitação de qualquer transação em instrumentos financeiros. Observe que essa análise de negociação não é um indicador confiável para qualquer desempenho atual ou futuro, pois as circunstâncias podem mudar ao longo do tempo. Antes de tomar qualquer decisão de investimento, deve procurar aconselhamento de consultores financeiros independentes para assegurar que compreende os riscos.

TOP ARTIGOS
O que significa Stop Loss? Como usar Stop Loss no Trading?
Na sua caminhada até agora, especialmente como iniciante, um de seus principais pontos de aprendizagem é aprender a usar um Stop Loss no trading de Forex. Considera-se experiente neste assunto? Este artigo fornecerá uma explicação de como definir um Stop Loss ao negociar Forex (FX). O artigo abordar...
O que é Forex Trading? Como funciona o Mercado Forex?
Trading Forex é uma atividade que consiste na troca monetária com o objetivo de obter potenciais retornos. ✺ O mercado de câmbio funciona 24 horas por dia, exceto finais de semana, abrindo em Sydney nas segundas-feiras de manhã e fechando em Nova Iorque nas sextas-feiras à tarde.✺ Gov...
O que é Take Profit? | Como usar Take Profit
Conteúdos Significado de Take Profit - O que é Take Profit? O que é o Take Profit? - Porquê usar Take Profit? Como definir e onde colocar o Take Profit? Como utilizar um Take Profit parcial? Como melhorar a sua estratégia de Take Profit? Como colocar ordem de Take Profit no MetaTrader? Con...
Ver Tudo