Receios de uma Deflação na China Aumentam

Agosto 09, 2023 14:06

A semana começa sem grandes lançamentos económicos, exceto o relatório de inflação chinesa previsto para quarta-feira. Investidores e traders já estão focados na inflação do IPC dos EUA e nos lançamentos de dados do PIB do Reino Unido agendados para o final da semana.

No início da manhã, dados comerciais vindos da China indicaram que as preocupações com a recuperação económica não são infundadas. No Japão, um relatório do governo mostrou que a balança comercial atingiu um superávit de 328 biliões de ienes, resultando num superávit geral pelo quinto mês consecutivo.

Inflação do IPC da China cai em julho?

Na quarta-feira, os investidores terão a oportunidade de examinar o relatório de inflação do IPC chinês para o mês de julho. Os economistas sugerem que a inflação do IPC caiu 0,5% anualmente, enquanto estes prevêem que esta permaneceu estável em 0% na comparação mensal. A economia chinesa parece ter dificuldades após a sua reabertura no início de 2023, com o governo prometendo impulsioná-la com várias políticas económicas.

Os analistas do ING escreveram no seu relatório publicado a 3 de agosto: “Esperamos que o IPC de julho da China permaneça quase inalterado, pois as medidas adotadas recentemente pelo governo ainda não entraram em vigor. Enquanto o Politburo reiterou o apoio à economia, aguardamos mais detalhes sobre as referidas medidas. Enquanto isso, esperamos que a inflação do IPP permaneça em território negativo. Apesar do recente aumento nos preços do petróleo, os preços de mineração e manufatura devem cair ainda mais, conforme evidenciado pelos dados divulgados nesta semana (Caixin e preços imobiliários).”

Exportações e Importações da China caem em julho

A alfândega da China anunciou que o valor das exportações caiu 14,5% em julho numa base anual, enquanto o valor das importações caiu 12,4%. Ambos os números ficaram aquém das expectativas dos analistas, que sugeriram que o valor das exportações cairia 12,5% e o das importações, 5%.

Um relatório da CNBC disse que o valor das exportações chinesas para os EUA caiu 23,1% em relação ao ano anterior, enquanto o valor das exportações para a zona do euro caiu 20,6%. Economistas da Economist Intelligence Unit disseram a repórteres da Reuters que “os economistas podem estar a interpretar mal os fatores de preços subjacentes às commodities, que dominam as importações chinesas. Por exemplo, a China está a importar mais petróleo, mas a preços mais baixos, como resultado, o volume de petróleo bruto acelerou em julho, mas o valor das importações desacelerou. Lógica semelhante vale para grãos e soja.”

Preços do petróleo atingem máximo de 4 meses

Os preços do petróleo subiram no início da semana para o nível mais alto registado nos últimos quatro meses, após um ataque a um importante centro de exportação de petróleo da Rússia e cortes prolongados na produção da Arábia Saudita e da Rússia. A Arábia Saudita anunciou que estenderia o seu corte de produção de petróleo até ao final de setembro, com fontes de notícias no país sugerindo que o corte poderia ser estendido ou aumentado e estendido.

Os analistas de commodities do Citi disseram aos repórteres da CNBC que a Rússia e a Arábia Saudita provavelmente aumentarão a produção em outubro, enquanto “os preços do petróleo atingirão $90 dólares por barril no máximo neste trimestre”. Os especialistas do Citi sugeriram que “simplesmente não vemos o crescimento da procura tão espetacular”, acrescentando que não haverá “esse enorme surto incremental na procura chinesa”.

Tem interesse em operar com base em notícias macroeconómicas? Saiba como esta abordagem funciona com os nossos webinars gratuitos. Conheça e interaja com traders especializados. Assista e aprenda com as sessões de trading em direto.

Webinars grátis sobre trading

Acompanhe os webinars em direto feitos pelos nossos especialistas em trading

Este material não contém e não deve ser interpretado como conselhos de investimento, recomendações de investimento, oferta ou solicitação de quaisquer transações em instrumentos financeiros. Observe que esta análise de trading não é um indicador confiável para qualquer desempenho atual ou futuro, pois as circunstâncias podem mudar com o tempo. Antes de tomar qualquer decisão de investimento, deve procurar aconselhamento de consultores financeiros independentes para garantir que compreende os riscos.

Miltos Skemperis
Miltos Skemperis Redator de conteúdo financeiro

Miltos Skemperis tem formação em jornalismo e gestão empresarial. Trabalhou como repórter em vários canais de notícias de televisão e jornais, e tem 7 anos de experiência na redação de conteúdo financeiro.