Operar com Coroa Checa: O que saber?

Agosto 26, 2023 01:39

Os países da Europa de Leste, como a República Checa e a Polónia, viram as suas economias ficarem mais fortes nos últimos anos, adoptando rapidamente os padrões da União Europeia (UE). A República Checa não aderiu á zona euro porque manteve a Coroa Checa para poder alterar a política monetária à sua vontade. A República Checa, apenas 3 décadas após a dissolução da Checoslováquia, tem uma das economias mais competitivas da UE, que inclui a indústria pesada, como linhas de produção de automóveis, etc.

Neste blog, vamos partilhar alguns pontos de vista importantes sobre o trading da Coroa Checa e a economia do país que podem ajudar os traders iniciantes a formar uma opinião sobre o potencial futuro da moeda.

Perspectivas da Economia Checa, o Banco Nacional Checo e a Coroa Checa

No seu Estudo Económico de 2023, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) prevê um crescimento do PIB checo de 0,1% este ano, antes de uma recuperação para 2,4% em 2024, uma vez que a economia global deverá recuperar.

O relatório da OCDE é mais optimista do que o das autoridades checas. O Ministério das Finanças prevê uma diminuição de 0,5% e o Banco Nacional Checo (CNB) de 0,3%. O país está em recessão desde meados de 2022. O relatório da OCDE sugere que a inflação chegue a 13,0% este ano, enquanto a estimativa do ministério é de 10,4% e a previsão do CNB é de 10,8%. Em 2024, a OCDE prevê que a inflação cairá para 4,1%. A OCDE afirma que a República Checa tem uma das inflações subjacentes mais elevadas da UE e que a inflação é generalizada e enraizada. Os seus analistas sugerem que a inflação só se aproximará da meta de 2% do banco central no final de 2024.

O Banco Nacional Checo ou Česká Národní Banka em checo (CNB) foi criado em 1993 após a dissolução da Checoslováquia. A missão do CNB é manter a estabilidade de preços, manter a estabilidade financeira e zelar pelo bom funcionamento do sistema financeiro na República Checa, emitir notas e moedas, gerir a circulação de moeda e administrar a compensação entre bancos, e supervisionar as entidades que estão a operar no mercado financeiro.

A coroa checa (CZK) substituiu a coroa checoslovaca em 1993, após a dissolução da Checoslováquia. A coroa é uma das oito moedas da União Europeia. Embora a economia checa pareça suficientemente forte para adoptar a moeda única, parece haver uma forte oposição à mudança dentro da República Checa.

Operar com a Coroa Checa: Como foi o desempenho?

Como mostra o gráfico mensal, a coroa checa tem tido muitas flutuações em relação ao dólar americano desde 2019. Pouco antes do início do confinamento na Europa (março de 2020), um dólar americano equivalia a 24,8 CZK. A moeda checa fortaleceu-se, atingindo um mínimo de vários meses em maio de 2021, sendo negociada a 20,7 CZK face à sua homóloga norte-americana.

Fonte: Admirals MetaTrader 5 - Gráfico Mensal USD CZK.
Intervalo: 1 de maio de 2019 a 24 de agosto de 2023. Registo: 24 de agosto de 2023. O desempenho passado não é um indicador de resultados futuros.

 

No entanto, o dólar começou a ganhar terreno face à coroa checa, atingindo um máximo recorde dos últimos 2 anos e sendo negociado a 25,0 CZK em setembro de 2022.

Fonte: Gráfico Diário Admirals MetaTrader 5 - USD CZK.
Intervalo: 14 de junho de 2023 – 24 de agosto de 2023. Registo: 24 de agosto de 2023. O desempenho passado não é um indicador de resultados futuros.

 

Os últimos meses foram a favor da Coroa, que ganhou um impulso e é negociada entre CZK 21,0-22,0 em relação ao dólar americano desde o início deste ano.

Previsões dos analistas para a Coroa Checa

Comentando a política monetária do banco central checo, os analistas do HSBC escreveram na sua nota aos investidores: “Na nossa opinião, atingimos agora a fase em que a actual combinação crescimento-inflação já não justifica condições monetárias tão restritivas. Na verdade, na sua reunião de Agosto, o BNC anunciou o fim do seu regime de intervenção cambial. As últimas actas do MPC revelaram que todos os membros concordaram que não havia pressa em reduzir as taxas. Para nós, a postura relativamente agressiva em relação às taxas sugere que o BNC ainda não está pronto para afrouxar através das suas taxas diretoras.”

Os economistas do Commerzbank esperam que o par EUR/CZK desça ligeiramente este ano, antes de inverter a tendência mais uma vez em 2024. No seu relatório escreveram: “O banco central (CNB) anunciou o fim do seu regime de intervenção cambial. Isto significa que o banco central não utilizará a intervenção cambial para evitar a fraqueza da moeda. Mas, uma vez que não foram utilizadas recentemente intervenções, isto não faz qualquer diferença prática. Além disso, caso surgisse uma nova situação de emergência, o CNB poderia fazer outro anúncio e reiniciar as intervenções. Portanto, qualquer fraqueza cambial resultante de uma reação instintiva no mercado provavelmente será revertida nos próximos trimestres.”

Em relação à previsão do par para o próximo ano, sugerem: “Em 2024, vemos um risco adicional de desvalorização da coroa. O principal risco é que a inflação possa não moderar totalmente até ao objectivo, o que afectará mais uma vez a credibilidade do CNB. Além disso, surgiu controvérsia entre o governo e o banco central porque este último critica a orientação orçamental expansionista por ser a principal culpada por trás da inflação elevada. Tais desenvolvimentos poderão adicionar novamente volatilidade ao CZK no próximo ano, se a inflação se mostrar teimosa, como prevemos.”

Um relatório do ING sobre a inflação na República Checa observou: “a incerteza da trajectória da inflação é o principal risco de acordo com o conselho neste momento. A nossa previsão manteve-se inalterada durante algum tempo, com o primeiro corte da taxa do BNC em Novembro. Acreditamos que a condição é ver a inflação de setembro próxima de 7%, que é a nossa projeção. Isto deverá dar ao conselho a confiança de que a meta de inflação será alcançável em Janeiro do próximo ano. No entanto, se o quadro não for claro, o conselho poderá esperar pela inflação de Janeiro, o que significaria adiar o corte até Fevereiro ou Março de 2024.”

Como reduzir o risco ao operar com a Coroa Checa

Se decidir adicionar a Coroa Checa ao seu portefólio, lembre-se sempre de que operar em Forex envolve risco. Caso o seu plano não funcione porque os mercados seguiram outra direção, há uma grande probabilidade de perder dinheiro no processo. Portanto, os traders iniciantes devem ter muito cuidado quando começam a operar.

Uma forma de reduzir o risco é aumentar o seu conhecimento sobre trading. As corretoras oferecem uma ampla variedade de materiais e ferramentas educativas, como e-books, webinars, blogs e guias sobre como operar, minimizando os riscos. Traders iniciantes que entendem como funciona o trading e quais são os perigos que podem afetar os seus planos financeiros são capazes de alterar as suas estratégias de acordo com os seus objetivos.

Às vezes, o conhecimento pode não ser suficiente sem as ferramentas certas. Especialmente no trading, é fundamental ter as ferramentas de gestão de risco necessárias disponíveis para uso, pois sem estas as probabilidades de fracasso aumentam. As corretoras geralmente oferecem um conjunto de ferramentas de gestão de risco, como a ordem de stop loss, que pode ajudar a impedir perdas quando o mercado flutua. Combinar conhecimento com ferramentas adequadas de gestão de risco pode proporcionar uma experiência de trading de valor, com menos stress e ansiedade.

Tem interesse em operar com base em notícias macroeconómicas? Saiba como esta abordagem funciona com os nossos webinars gratuitos. Conheça e interaja com traders especializados. Assista e aprenda com as sessões de trading em direto.

Webinars grátis sobre trading

Acompanhe os webinars em direto feitos pelos nossos especialistas em trading

Este material não contém e não deve ser interpretado como conselhos de investimento, recomendações de investimento, oferta ou solicitação de quaisquer transações em instrumentos financeiros. Observe que esta análise de trading não é um indicador confiável para qualquer desempenho atual ou futuro, pois as circunstâncias podem mudar com o tempo. Antes de tomar qualquer decisão de investimento, deve procurar aconselhamento de consultores financeiros independentes para garantir que compreende os riscos.

Miltos Skemperis
Miltos Skemperis Redator de conteúdo financeiro

Miltos Skemperis tem formação em jornalismo e gestão empresarial. Trabalhou como repórter em vários canais de notícias de televisão e jornais, e tem 7 anos de experiência na redação de conteúdo financeiro.