Mercados atentos a preços das casas chinesas, vendas do retalho nos EUA e inflação no Reino Unido

Agosto 17, 2023 01:42

Muitas ações asiáticas caíram na quarta-feira e o mercado do Reino Unido abriu em queda, com os investidores a digerir as notícias dos preços fracos das casas chinesas, receios de novos aumentos de juros nos EUA e os últimos dados de inflação no Reino Unido. Vamos analisar o que está a acontecer nos mercados.

Os consumidores nos EUA permanecem resilientes

Na terça-feira, as vendas no retalho nos EUA aumentaram significativamente mais do que o esperado, já que o consumo parece permanecer forte, apesar dos preços altos. Esta leitura acima do esperado ocorre vários dias após o anúncio de que a inflação anual dos EUA subiu para 3,2% em julho, acima dos 3% em junho, embora este aumento tenha sido menor do que o esperado.

As fortes vendas no retalho alimentaram os receios de que a Reserva Federal possa decidir que ainda tem trabalho a fazer sobre a inflação. Consequentemente, Wall Street fechou o dia no vermelho, com as ações dos bancos também atingidas pela notícia de que a Fitch Ratings pode diminuir a avaliação de alguns bancos americanos. O Dow Jones, o Nasdaq Composite e o S&P 500 caíram 1,02%, 1,14% e 1,16%, respectivamente.

Dados mais decepcionantes da China

Os receios de novos aumentos de juros na maior economia do mundo, combinados com os dados fracos dos preços das casas na China, levaram muitas ações asiáticas a cair na quarta-feira, com o yuan chinês também afetado negativamente.

Os preços das casas caíram anualmente em julho, aumentando as preocupações com o setor imobiliário chinês, que vem lutando há algum tempo. Este anúncio ocorreu após a notícia de que o banco central da China havia cortado inesperadamente as taxas de juro após uma desaceleração nas vendas no retalho e na produção industrial. Além disso, na semana passada, a inflação chinesa foi negativa devido à fraca procura doméstica e queda nas exportações.

Tudo isso é indicativo de uma economia chinesa vacilante, que não impressionou desde a reabertura pós-Covid e prejudicou as expectativas de crescimento económico chinês e global em 2023.

Consequentemente, o Shanghai Composite e o Hang Seng Index de Hong Kong fecharam na quarta-feira com perdas de 0,82% e 1,23%, respectivamente, ambos marcando o quarto dia consecutivo de quedas.

A inflação do Reino Unido é um saco misto

Na quarta-feira, a inflação anual do Reino Unido caiu acentuadamente para 6,8% nos doze meses até julho, conforme esperado. Embora isso represente uma queda decisiva em relação à subida de quatro décadas de 11,1% em outubro, ainda está muito longe da taxa-alvo do Banco da Inglaterra (BoE) de 2%.

Embora a taxa de inflação nominal provavelmente roube os títulos dos jornais, outros indicadores de inflação provavelmente causaram dores de cabeça para quem decide as políticas no Banco de Inglaterra.

O núcleo da inflação, que exclui os preços voláteis de alimentos e energia, manteve-se inalterado em julho em 6,9%, apesar da expectativa de queda para 6,8%. A inflação de serviços subiu para 7,4%, ante 7,2% em junho. O núcleo rígido da inflação e a inflação de serviços mais alta sugerem que ainda há trabalho a ser feito para conter o aumento dos preços no Reino Unido.

Estes últimos dados de inflação seguem o anúncio na terça-feira de que os salários no Reino Unido cresceram muito mais do que o esperado e a uma taxa anual recorde entre abril e junho, enfatizando as preocupações do BoE de que o forte crescimento salarial está a alimentar a inflação.

Depois de encerrar a sessão de terça-feira com uma perda de 1,57%, o FTSE 100 do Reino Unido abriu em queda na quarta-feira, enquanto o mercado pondera a perspectiva de aumentos de juros em casa e do outro lado do Atlântico. Por outro lado, a libra esterlina ganhou força em relação ao dólar americano e ao euro.

O que vem a seguir?

Após os dados de inflação de julho dos EUA, China e Reino Unido, a zona euro anunciará os seus números mais recentes na sexta-feira.

Enquanto a inflação plena deve cair para 5,3% nos doze meses anteriores a julho, o núcleo da inflação deve permanecer estático em 5,5%.

Lembre-se de ter cuidado especial nos mercados na época deste anúncio, pois qualquer resultado inesperado pode provocar um aumento na volatilidade.

Webinars de trading e investimento

Interessado em aprender mais sobre trading e investimento? Na Admirals, realizamos webinars regulares, onde pode interagir com traders especializados e aprender sobre uma ampla variedade de tópicos. Clique no banner abaixo para ver a próxima programação:

Webinars grátis sobre trading

Acompanhe os webinars em direto feitos pelos nossos especialistas em trading

Este material não contém e não deve ser interpretado como conselhos de investimento, recomendações de investimento, oferta ou solicitação de quaisquer transações em instrumentos financeiros. Observe que esta análise de trading não é um indicador confiável para qualquer desempenho atual ou futuro, pois as circunstâncias podem mudar com o tempo. Antes de tomar qualquer decisão de investimento, deve procurar aconselhamento de consultores financeiros independentes para garantir que compreende os riscos.

Roberto Rivero
Roberto Rivero Escritor Financeiro, Admirals, Londres

Roberto passou 11 anos a projetar sistemas de trading e tomada de decisão para traders e gestores de fundos e mais 13 anos na S&P, a trabalhar com investidores profissionais.