Operar com Florim Húngaro: O Que Saber?

Agosto 08, 2023 00:33

Alguns de nós podem não saber que o florim húngaro (HUF) é a moeda oficial da Hungria. O florim húngaro não é uma das moedas mais negociadas no mundo como o dólar americano ou a libra esterlina. No entanto, operar com o florim húngaro contra as principais moedas não é nada pouco comum no mundo do trading. Embora a Hungria seja uma economia relativamente pequena na Europa, esta está a tentar melhorar sua posição e status.

Se você gostaria de ler mais sobre o trading do florim húngaro e as perspectivas económicas húngaras, leia o nosso blog.

A Economia Húngara e o Florim Húngaro

Durante muitos anos, a Hungria pertenceu ao bloco da Europa de Leste o que, entre outras coisas, significou sérias limitações que pesavam na atividade económica e fragilidade para acompanhar e competir com as economias modernas. Com o colapso do bloco há mais de 30 anos, a Hungria lutou para encontrar o seu caminho em termos de progresso económico, pois teve que cobrir muito terreno para melhorar as suas capacidades.

No entanto, as coisas mudaram com a localização geo-estratégica da Hungria no centro do continente desempenhando um papel vital. A Hungria está atualmente em 58º lugar entre as principais economias. No Índice Global de Inovação, a Hungria ficou em 34º lugar em 2022 com 39,8 pontos. A Agência Húngara de Promoção de Investimentos (HIPA) observou que “a confiança dos investidores estrangeiros depositada na economia húngara é inabalável, conforme evidenciado por um volume de investimento de 6,5 biliões de euros em 2022, um recorde histórico na promoção de investimentos na Hungria. No total, 92 grandes negócios de IED foram fechados para criar cerca de 15.000 novos empregos e reter dezenas de milhares deles.”

O Banco Nacional Húngaro (Magyar Nemzeti Bank - MNB) é o banco central da Hungria, fundado em 1924. Segundo o seu site, a sua missão é “alcançar e manter a estabilidade de preços. (...) Sem prejuízo do seu objetivo primordial, o MNB deve apoiar a manutenção da estabilidade do sistema de intermediação financeira, o reforço da sua resiliência, o seu contributo sustentável para o crescimento económico; além disso, o MNB apoiará a política económica do governo e a sua política relacionada à sustentabilidade ambiental, utilizando os instrumentos de que dispõe.”

O MNB também é responsável pela emissão do florim húngaro. O florim recebeu o nome da cidade italiana de Florença, enquanto a palavra era usada pelos húngaros, durante a era austro-húngara, para descrever a moeda imperial chamada “Gulden” em alemão. Em 1946, logo após o fim da Segunda Guerra Mundial, o MNB introduziu o florim.

A Hungria não especificou quando é que, e se adotará o euro. O atual governador do MNB deu a entender que não gostaria de abrir mão da independência do país no que diz respeito à tributação das empresas. De acordo com um relatório da Reuters, “o ministro das Finanças, Mihaly Varga, disse que a Hungria estava a trabalhar para atender às condições de entrada no euro, mas não tinha data prevista para adotar a moeda única e a questão não estava na agenda por enquanto”.

Desempenho do Florim Húngaro

O florim húngaro teve dias melhores em relação ao dólar americano e ao euro. Como pode ver no gráfico mensal USD/HUF abaixo, a moeda húngara teve um bom desempenho até o início de 2022, sendo negociada abaixo da marca de HUF 335 em relação ao dólar.

Fonte: Admirals MetaTrader 5 - Gráfico Mensal de USD HUF.
Intervalo: 1 de setembro de 2019 a 3 de agosto de 2023. Registo: 3 de agosto de 2023. O desempenho passado não é um indicador de resultados futuros.

Infelizmente, os próximos 6 meses não foram bons para o florim húngaro, que enfraqueceu significativamente, sendo negociado com uma queda de vários anos (HUF 431) em relação ao dólar em dezembro de 2022.

Fonte: Admirals MetaTrader 5 - Gráfico Diário USD HUF.
Intervalo: 30 de maio de 2023 a 3 de agosto de 2023. Registo: 3 de agosto de 2023. O desempenho passado não é um indicador de resultados futuros.

O culminar de notícias negativas vindas das economias da UE e a flexibilização da política monetária do banco central húngaro e a continuação do corte das taxas de juro prejudicaram o florim húngaro, que voltou a perder terreno face ao dólar americano e ao euro desde meados de julho.

O que dizem os analistas sobre o Florim Húngaro e a política monetária da Hungria?

A Comissão Europeia (CE) sugeriu no seu relatório que “a taxa de inflação deve diminuir nos trimestres subsequentes, impulsionada por efeitos de base, preços de commodities mais baixos, valorização recente da moeda e procura fraca do consumidor. Prevê-se que a taxa de inflação média anual aumente de 15,3% em 2022 para 16,4% em 2023 e depois caia para 4,0% em 2024.”

O MNB está atualmente a lutar contra a taxa de inflação mais alta da UE, atingindo 20,1% ao ano em junho, enquanto a economia está a desacelerar. O banco lançou um ciclo de flexibilização das políticas, já que as altas taxas de juro praticamente sufocaram os empréstimos. Na sua última reunião do conselho, os formuladores de políticas do MNB reduziram as taxas de juro, enfatizando que o ambiente favorável permite a flexibilização da política monetária, mas acrescentou que “condições monetárias apertadas são garantidas no ambiente atual para alcançar a estabilidade de preços”.

Comentando as decisões do MNB, os analistas do ING escreveram no relatório publicado em 25 de julho: “A reunião de definição de taxas de setembro também será fundamental devido ao novo Relatório de Inflação, contendo as perspectivas de inflação atualizadas do banco central. A nova previsão dará a possibilidade para o NBH decidir e talvez revelar o seu plano mestre em relação à próxima fase da flexibilização. No espírito de cautela, o nosso cenário vê uma sinalização verbal em setembro sobre a próxima nova fase, continuada com uma etapa simbólica em outubro.”

Analisando as perspectivas do florim húngaro num relatório divulgado a 11 de julho, os analistas do Commerzbank disseram que: “prevemos que o florim recupere algum terreno até o final do ano porque a inflação provavelmente se moderará mais rápido do que o ritmo em que o MNB cortará as taxas e a taxa de juro real ficará, portanto, menos negativa – nesta janela, vemos EUR/HUF na faixa dos 365. Mas, prevemos um florim mais fraco posteriormente em 2024 porque: A Hungria é mais propensa à inflação do que a Polónia ou a República Checa, o que reduzirá a taxa de juro real da Hungria mais uma vez quando a inflação se mostrar persistente em 2024. A situação em torno das disputas da Hungria com a Comissão Europeia sobre os fundos da UE continua a ser precária. A orientação mais recente do governo sugere que tais condicionalidades não serão cumpridas tão cedo. Altos riscos prevalecem a esse respeito.”

Economistas do Erste Bank sugeriram que “comentários recentes do ministro das Finanças, Varga, de que uma moeda estável e não mais fraca deveria ser do interesse da Hungria, podem indicar que o governo não pedirá nenhuma flexibilização monetária excessiva, o que poderá levar a um HUF mais fraco.”

Gestão de risco ao operar com o Florim Húngaro

Agora que aprendeu algumas informações valiosas sobre o florim húngaro, pode estar a pensar em adicioná-lo à sua carteira de trading. No entanto, como pode ser um trader iniciante, lembre-se de que operar envolve sempre riscos. Isto significa que uma boa preparação e um estudo minucioso das técnicas e estratégias de trading podem aproximá-lo dos seus objetivos.

Uma ampla variedade de materiais educacionais está disponível online para ajudá-lo a aprender como o trading funciona e como as ferramentas de gestão de risco podem ajudá-lo a mitigar o risco. Tudo o que você precisa de fazer é encontrá-los e dedicar algum tempo para aprender como funciona o trading e como você pode minimizar os riscos. E-books e blogs para os amantes da leitura, webinars ou podcasts estão à sua disposição, então por que não aproveitá-los?

Como corretora com mais de 20 anos no mercado, não podemos deixar de enfatizar que os traders iniciantes devem saber como funcionam as ferramentas de gestão de risco (como por exemplo, a ordem de stop loss). Construir a sua estratégia de trading deve incluir a utilização dessas ferramentas que podem ajudá-lo a mitigar os riscos caso os mercados se movam na direção contrária.

Tem interesse em operar com base em notícias macroeconómicas? Saiba como esta abordagem funciona com os nossos webinars gratuitos. Conheça e interaja com traders especializados. Assista e aprenda com as sessões de trading em direto.

Webinars grátis sobre trading

Acompanhe os webinars em direto feitos pelos nossos especialistas em trading

Este material não contém e não deve ser interpretado como conselhos de investimento, recomendações de investimento, oferta ou solicitação de quaisquer transações em instrumentos financeiros. Observe que esta análise de trading não é um indicador confiável para qualquer desempenho atual ou futuro, pois as circunstâncias podem mudar com o tempo. Antes de tomar qualquer decisão de investimento, deve procurar aconselhamento de consultores financeiros independentes para garantir que compreende os riscos.

Miltos Skemperis
Miltos Skemperis Redator de conteúdo financeiro

Miltos Skemperis tem formação em jornalismo e gestão empresarial. Trabalhou como repórter em vários canais de notícias de televisão e jornais, e tem 7 anos de experiência na redação de conteúdo financeiro.