Relatório de inflação do IPC dos EUA no centro das atenções

Outubro 12, 2023 00:53

O relatório de inflação do IPC dos EUA estará no centro das atenções dos traders e investidores, que esperam que mostre o impacto da política monetária restritiva da Fed. Hoje, quarta-feira de manhã, o índice do dólar americano aproximou-se do seu mínimo mensal depois de vários membros do conselho da Fed terem sido relutantes em sugerir uma possível subida das taxas em Novembro. Na sexta-feira será a vez da China, que publicará os dados da inflação medida pelo IPC num momento de preocupação com o abrandamento do crescimento económico.

Analistas do Fundo Monetário Internacional (FMI) escreveram num relatório que a economia dos EUA poderá registar um crescimento de 2,1% em 2023 e de 1,5% em 2024, ambos valores superiores à previsão do FMI publicada em julho. O mesmo relatório sugeriu que o Banco de Inglaterra (BoE) teria de manter as taxas em níveis elevados em 2024, enquanto o país tenta combater os elevados números de inflação e o fraco crescimento económico.

Inflação medida pelo IPC dos EUA em setembro

Espera-se que o Bureau of Labor Statistics (BLS) dos EUA divulgue dados de inflação do IPC dos EUA para o mês de setembro na quinta-feira, o que deverá lançar uma luz sobre os planos futuros da Fed em relação ao aperto da política monetária, uma vez que a inflação global e subjacente são indicadores essenciais do estado da economia.

Os economistas esperam que a inflação global seja de 3,6% anual e 0,3% mensal, ambos valores inferiores aos registados em agosto. A este respeito, um relatório do Financial Times citando analistas do Barclays afirma: “O ligeiro arrefecimento será em grande parte devido a um menor aumento nos preços da energia”. Os economistas do banco também observaram que “a aceleração esperada nas medidas de referência do IPC em Setembro, juntamente com dados de actividade fortes e condições ainda tensas no mercado de trabalho, sugeririam que ainda há trabalho a ser feito para reduzir a inflação de forma sustentável para o objetivo de 2%".

Inflação medida pelo IPC da China em Setembro

Na sexta-feira, o Gabinete Nacional de Estatísticas (NBS) publicará dados sobre a inflação chinesa para o mês de setembro, e os analistas de mercado sugerem que a manchete será de 0,2% em termos anuais e de 0,3% em termos mensais. Não é segredo que a economia chinesa tem lutado para apresentar resultados positivos notáveis ​​desde que as medidas contra a pandemia do coronavírus terminaram no início do ano.

Por seu lado, os economistas do ING sugerem que o valor da inflação ao consumidor poderá superar as expectativas com uma leitura de 0,4%, uma vez que o aumento do preço do petróleo desempenha um papel e os planos do Governo para impulsionar o crescimento económico parecem estar a dar frutos.

PIB do Reino Unido para agosto

O Escritório de Estatísticas Nacionais (ONS) publicará o seu relatório do PIB de agosto na quinta-feira, com analistas de mercado esperando que a taxa de crescimento seja de 0,2% mensal. A economia britânica tem enfrentado dificuldades nos últimos meses, com a inflação a bater recordes de décadas, enquanto o Banco de Inglaterra prometeu controlá-la apertando a sua política monetária.

Um relatório publicado pelo FMI indica que o Reino Unido será o membro do G7 que registará o menor crescimento no próximo ano. As últimas Perspectivas Económicas Mundiais do FMI prevêem que a economia britânica cresça 0,6% em 2024, 0,4% menos do que a previsão anterior. Isto deixaria a Grã-Bretanha atrás dos EUA, da zona euro, do Japão e do Canadá. O PIB britânico deverá aumentar 0,5% este ano, uma desaceleração significativa face ao crescimento de 4,1% registado em 2022.

Tem interesse em operar com base em notícias macroeconómicas? Saiba como esta abordagem funciona com os nossos webinars gratuitos. Conheça e interaja com traders especializados. Assista e aprenda com as sessões de trading em direto.

Webinars grátis sobre trading

Acompanhe os webinars em direto feitos pelos nossos especialistas em trading

Este material não contém e não deve ser interpretado como conselhos de investimento, recomendações de investimento, oferta ou solicitação de quaisquer transações em instrumentos financeiros. Observe que esta análise de trading não é um indicador confiável para qualquer desempenho atual ou futuro, pois as circunstâncias podem mudar com o tempo. Antes de tomar qualquer decisão de investimento, deve procurar aconselhamento de consultores financeiros independentes para garantir que compreende os riscos.

Miltos Skemperis
Miltos Skemperis Redator de conteúdo financeiro

Miltos Skemperis tem formação em jornalismo e gestão empresarial. Trabalhou como repórter em vários canais de notícias de televisão e jornais, e tem 7 anos de experiência na redação de conteúdo financeiro.