Investidores aguardam pela Fed, Decisões de taxa de juro pelo BCE e BoJ

Junho 15, 2023 01:44

Três dos principais bancos centrais do mundo, a Reserva Federal dos EUA (Fed), o Banco Central Europeu (BCE) e o Banco do Japão (BoJ) anunciarão as suas decisões sobre taxas de juro esta semana.

O anúncio inicial pertence ao conselho de administração da Fed, que se reunirá no final da tarde para discutir os custos dos empréstimos com base nos últimos relatórios de dados financeiros. A Fed passará a bola para o BCE com os mercados globais esperando para ver como o banco central da zona do euro pretende domar a inflação. Por último, mas não menos importante, espera-se que o BoJ revele a sua decisão sobre a taxa de juro na sexta-feira.

Decisão da taxa de juro da Fed

Na quarta-feira, analistas de mercado e repórteres de notícias financeiras aguardarão ansiosamente para ver como o conselho da Fed reagirá aos últimos lançamentos de dados sobre o estado da economia dos EUA. A ferramenta CME FedWatch oferece 89,6% de probabilidade para os formuladores de políticas da Fed manterem as taxas inalteradas. Deve-se notar que há apenas uma semana (07.06), a ferramenta FedWatch da CME indicava uma probabilidade de 72,5%.

O relatório de inflação do IPC dos EUA para maio mostrou que os preços ao consumidor subiram 4% anualmente em maio, superando as expectativas dos economistas que esperavam uma leitura de 4,1%. A inflação nominal de maio foi a mais baixa registada desde abril de 2021. Economistas em declarações à CNBC em 13 de junho sugeriram que “a tendência encorajadora nos preços ao consumidor fornecerá à Fed alguma margem de manobra para manter as taxas inalteradas este mês e, se a tendência continuar, a Fed não fará um provável aumento para o resto do ano.”

Economistas do ING mencionam no seu relatório publicado em 12 de junho: “Em março, eles (Fed) sinalizaram que as taxas seriam decididas num intervalo de 5-5,25% até ao final do ano com cortes nas taxas em 2024. Suspeitamos que haverá apenas pequenos ajustes nas suas previsões. No entanto, o grande risco é que, mesmo que mantenham as taxas estáveis ​​nesta semana, estes insiram uma nova alta na sua previsão central, que verá os mercados balançarem firmemente em favor de um movimento de 25 pontos-base em julho.

Banco Central Europeu (BCE) decidirá sobre taxas

Na quinta-feira será a vez do BCE decidir sobre as taxas de juro. Ao contrário da Fed, os formuladores de políticas do BCE provavelmente continuarão com um aumento de 25 pontos-base na taxa de juro, como sugeriu uma pesquisa da Reuters entre economistas. Estimativas rápidas mostraram que a inflação na zona do euro caiu para 6,1% em maio, significativamente abaixo dos 7% de abril.

O membro do conselho do Banco Central Europeu (BCE), Gabriel Makhlouf, disse que explicou que seria uma "questão de julgamento" se estes precisariam continuar com os aumentos das taxas após o verão. O formulador de políticas do BCE também observou que as principais taxas provavelmente permanecerão lá quando atingirem o "topo da escada do aumento das taxas de juro".

Economistas do Crédit Agricole também prevêem um aumento dos juros pelo BCE, acrescentando que o aumento dos custos dos empréstimos poderia sustentar a moeda única. “Esperamos um aumento de 25 pontos-base nas taxas junto com indicações do BCE de que espera uma inflação persistente na zona do euro e não acredita que as condições financeiras tenham se apertado o suficiente para ameaçar o crescimento, podendo estimular mais antecipações de aumentos de taxas e apoiar o euro. No entanto, esperamos que o euro se consolide principalmente contra moedas com bancos centrais dovish ou bancos que sinalizaram o pico de seu ciclo de aperto, como o iene japonês e o dólar neozelandês”, observam estes no seu relatório.

Decisão de Taxa do Banco do Japão

O BoJ será o terceiro grande banco central a anunciar a sua decisão sobre as taxas de juro na sexta-feira. Embora o núcleo da inflação tenha subido para 4,1%, o maior nível registado nas últimas quatro décadas, o BoJ não parece disposto a seguir o padrão de outros bancos centrais. A previsão do BoJ continua a prever que o núcleo da inflação cairá abaixo da sua meta de 2% até ao final deste ano.

Fontes da Reuters sugeriram que o banco central do Japão provavelmente manterá a sua meta de taxa de juro de curto prazo de -0,1% e um limite de 0% no rendimento dos títulos de 10 anos definido sob a sua política de controlo da curva de rendimento (YCC). Falando aos repórteres da Bloomberg, o ex-vice-governador Masazumi Wakatabe disse que não prevê nenhuma mudança na política monetária este mês e acrescentou que “ainda é muito cedo para dizer que essa inflação tem sido sustentável e estável”.

Relatório do PIB da Nova Zelândia no primeiro trimestre de 2023

Ainda hoje, o Statistics New Zealand divulgará dados sobre o crescimento do PIB do país no primeiro trimestre de 2023. Economistas prevêem que a economia expandiu 2,6% no último ano, mas decresceu 0,1% trimestralmente.

Uma pesquisa do Fundo Monetário Internacional (FMI) publicada em 13 de junho observou que “a Nova Zelândia provavelmente continuará desacelerando no curto prazo, à medida que o aperto monetário se consolidar. A inflação está a diminuir, mas permanecerá alta por um tempo. O saldo da conta corrente deteriorou-se significativamente, refletindo o excesso de procura e fatores pontuais”. Os analistas do FMI também mencionaram que “a postura da política monetária é adequada e deve visar trazer a inflação para a meta desejada. O RBNZ deve continuar monitorando as condições financeiras e calibrando as configurações macroprudenciais conforme necessário para manter a estabilidade financeira.”

Tem interesse em operar com base em notícias macroeconómicas? Saiba como esta abordagem funciona com os nossos webinars gratuitos. Conheça e interaja com traders especializados. Assista e aprenda com as sessões de trading em direto.

Webinars grátis sobre trading

Acompanhe os webinars em direto feitos pelos nossos especialistas em trading

Este material não contém e não deve ser interpretado como conselhos de investimento, recomendações de investimento, oferta ou solicitação de quaisquer transações em instrumentos financeiros. Observe que esta análise de trading não é um indicador confiável para qualquer desempenho atual ou futuro, pois as circunstâncias podem mudar com o tempo. Antes de tomar qualquer decisão de investimento, deve procurar aconselhamento de consultores financeiros independentes para garantir que compreende os riscos.

Miltos Skemperis
Miltos Skemperis Redator de conteúdo financeiro

Miltos Skemperis tem formação em jornalismo e gestão empresarial. Trabalhou como repórter em vários canais de notícias de televisão e jornais, e tem 7 anos de experiência na redação de conteúdo financeiro.